terça-feira, 26 de outubro de 2010

- dia-a-dia

são os risos, as lágrimas, as conversas, as aulas, os treinos e os jogos,
é a paz, a música e a vida,
são as parvoíces, as gargalhadas, os almoços, as saídas, os fim-de-semanas, o telemóvel e a internet,
é ela e ele, eu e tu e somos nós,
são os melhores amigos, os melhores da vida e os amigos,
é a mãe, o pai, a avó, os primos e a família toda,
são as mensagens, as chamadas e os textos,
é o passado, o presente e o futuro,
são os amigos de longa data e os amigos cuja data é a contar de hoje,
é o para sempre e o nunca vai existir,
são os caminhos certos e os errados, os sozinhos e os acompanhados,
é o querer, o ter, o desejar e nunca sonhar.




somos únicos e especiais,
diferentes, mas todos iguais

5 comentários:

bárbara nunes disse...

tu tbm :)
oh obrigada, este tbm está *

bárbara nunes disse...

és :b
oh :c

bárbara nunes disse...

shiu :)

pdm çpn disse...

''somos únicos e especiais,
diferentes, mas todos iguais''

Somos quem somos e ninguém deve julgar. Se querem ser nossos amigos, devem nos aceitar como somos, se não querem, não comentem porque apenas estão a fazer figura de parvos.

Pedro Santos. :]

- mariie'disneyland $: disse...

Exactamente, sabes como penso e como não julgo ninguém.
quem nos aceita, tal como nós somos, é porque é nosso amigo verdadeiro.