quinta-feira, 23 de junho de 2011

- coragem.

eu estou cansada, até ao meu limite. não consigo erguer os meus olhos e olhar nos teus brilhantes e verdes olhos. sou covarde. quantas vezes não pensei em dizer-te a verdade? quantas vezes não idealizei a melhor maneira de te dizer tudo o que sentia?  mas nunca, nunca consigo dizer, nunca me consigo explicar. algumas vezes ainda foi por falta de momento, mas agora eu tenho a certeza que a minha vergonha é muito maior do que a minha coragem. tu lá no fundo sabes bem o que estou a falar, mas tenho de ser eu a dizer, desta vez o primeiro passo tem de ser meu. sabes o que mais me assusta? é saber que por mais que te diga tu não poderás fazer nada, certas coisas nunca irão resultar, nós é uma delas. não por ti, não por mim, mas porque esse nós não existe, nunca existiu, é o meu sonho, o meu maior sonho, sem nunca sonhar.


«A pior forma de sentir falta de alguém é estar sentado a seu lado e saber que nunca vai poder tê-lo.»  (Gabriel García Marquez)




5 comentários:

PauloSilva disse...

fico imensamente feliz por teres votado :) obrigado mesmo pela força *

inconscientemente estamos sempre a sonhar não é verdade? há momentos na vida em que temos de colocar o medo bem longe e onde não o consigamos ouvir para podermos dar um pequeno passo. só um, mas tentar! tenta sempre. o não é garantido, resta buscares o sim.

Joana Patricia Fonseca Silva disse...

Gostei imenso querida :D texto lindo, tens de ter força minha querida, pensa assim quando queremos alguma coisa um dia mais tarde ou mais cedo vamos conseguir alcança-la, acredita que é verdade :D Beijinhos e muita força :D

PauloSilva disse...

Sabes bem que aqui estarei para quando necessitares e bem quiseres! Tens de lutar e para frente é que é caminho! A bússola da vida nunca aponta para trás. beijinhos *

PauloSilva disse...

Assim é que deverá sempre ser :)

pedrosantos disse...

Amei o texto que escreves. Foi profundo e sentido; simplesmente espectacular.


«A pior forma de sentir falta de alguém é estar sentado a seu lado e saber que nunca vai poder tê-lo.» (Gabriel García Marquez)

Tinha falado deste homem em Espanhol, mas não tomei grande atenção. Estou simplesmente enganado pois esta citação explica como eu me sinto frequentemente.